Gerência de Planejamento e Apoio Administrativo e Financeiro dos Centros de Ensino Médio em Período Integral

Gerência de Apoio Pedagógico dos Centros de Ensino Médio em Período Integral

Programa Novo Futuro (Centros de Ensino Médio em Período Integral)

 

          A Secretaria de Estado da Educação, implantou o Programa Novo Futuro que visa a ampliação do tempo escolar com qualidade para atender estudantes do ensino médio na perspectiva da formação de um cidadão livre, solidário e qualificado em acordo com o art. 2 da lei de diretrizes e bases 9.394/96. Assim, os CEPIs (Centros de Ensino em Período Integral), através da Lei 17.920/2012, pauta em um modelo pedagógico diferenciado baseado em várias experiências de sucesso no País. As Escolas pertencentes ao Programa Novo Futuro iniciam suas atividades às 7h30, servem três refeições diárias, terminam suas atividades as 17h perfazendo um total de 45 aulas semanais mescladas em um currículo inédito em Goiás constituído por um Núcleo Básico Comum e Núcleo Diversificado. O Programa responde às demandas do Pacto pela Educação do Estado de Goiás atendendo as unidades de ensino com melhoria da infraestrutura, valorização do profissional e ensino de excelência. Tais modificações geram profundas transformações que para se perenizarem na rede necessitam de um processo de acompanhamento específico e especializado. O Programa Novo Futuro integrante tem por função estruturar os CEPIs e garantir a implantação e acompanhamento do programa.

 

Foram transformadas em Centros de Ensino em Período Integral - CEPI, as seguintes unidades escolares em 2013:

 

I – Colégio Estadual "Professor Pedro Gomes", de Goiânia;

II – Colégio Oficial de Goiaz, que passa a denominar-se Colégio Estadual "Liceu de Goiânia";

III – Colégio Estadual Pré-Universitário, de Goiânia;

IV – Escola Estadual de 1º Grau "Professor José Carlos de Almeida", que passa a denominar-se Colégio Estadual "José Carlos de Almeida", de Goiânia;

V – Colégio Estadual "Pedro Xavier Teixeira", de Goiânia;

VI – Colégio Estadual "Carlos Alberto de Deus", de Goiânia;

VII – Colégio Estadual "Juvenal José Pedroso", de Goiânia;

VIII – Escola Estadual de 1º Grau Professor Joaquim Carvalho Ferreira, que passa a denominar-se Colégio Estadual "Joaquim Carvalho Ferreira", de Goiânia;

IX – Colégio Estadual "Ary Ribeiro Valadão Filho" de Inhumas;

X – Colégio Estadual "Zulca Peixoto de Paiva", de Cristalina;

XI – Escola Estadual Polivalente de 1o Grau "Dr. Tharsis Campos", que passa a denominar-se Colégio Estadual Polivalente "Dr. Tharsis Campos", de Catalão;

XII – Escola Estadual de 1o Grau "Dr. Genserico Gonzaga Jayme", que passa a denominar-se Colégio Estadual "Dr. Genserico Gonzaga Jayme", de Anápolis;

XIII – Colégio Estadual "Sylvio de Mello", de Morrinhos;

XIV – Colégio Estadual "Dom Veloso", de Itumbiara;

XV – Colégio Estadual "Cecília Meirelles", de Aparecida de Goiânia.

 

Em 2014 foram transformadas em Centros de Ensino em Período Integral – CEPI, as seguintes unidades escolares:

I – Colégio Estadual “Polivalente Antônio Carlos Paniago”, de Mineiros;

II – Colégio Estadual “Américo Antunes”, de São Luís dos Montes Belos;

III – Colégio Estadual “Professor Sérgio Fayad Generoso”, de Formosa;

IV – Colégio Estadual “José Feliciano Ferreira”, de Jataí;

V – Colégio Estadual “Osório Raimundo de Lima”, de Iporá;

VI – Colégio Estadual “Garavelo Park”, de Aparecida de Goiânia;

VII – Colégio Estadual “Professor Alcide Jubé”, de Cidade de Goiás.

Acompanhamento Estatístico do Programa Novo Futuro

        Tem como função acompanhar todos os processos da escola desde as notas, com gráficos que depois são repassados à Gerência de Apoio Pedagógico para providências e intervenções, passando também pelo acompanhamento das metas, à medida que estas são alcançadas ou não, as informações são repassadas à gerência pedagógica, para que sejam decididas quais ações que precisam ser tomadas de apoio a esta unidade.

Atribuições:

  • Responsável por criar e desenvolver recursos tecnológicos (criação de planilhas) para o acompanhamento de metas;
  • Planejar a execução de pesquisas ou levantamento estatísticos;
  • Formar a equipe gestora no que se refere ao acompanhamento das metas;
  • Acompanhar através de instrumentos estatísticos a implantação das metas propostas pela SEDUC junto às escolas;
  • Emitir pareceres no campo estatístico para a SEDUC.

Espaço Sonhus (parceira permanente mediante convênio)

        Fruto de uma parceria muito bem sucedida entre a Secretaria de Educação de Estado de Goiás (Colégio Lyceu de Goiânia) e o Grupo Sonhus Teatro Ritual, através do Programa Novo Futuro  o “ Ponto de Cultura Vila das Artes” conta com a participação de professores de Teatro da Rede Estadual de Ensino de Goiás e tem a proposta de administrar o Espaço Sonhus (Teatro do colégio Lyceu de Goiânia) propondo programações artísticas que envolvem teatro, dança, cinema e música além de atividades de formação totalmente gratuitas para os interessados em teatro, audiovisual, direção de arte, iluminotécnica, sonorização e produção cultural além das oficinas livres de: Dança de salão e informática.

         Este Ponto de Cultura é de fato, um grupo composto por professores de teatro que dedicam sua carga horária para gerir o Espaço Sonhus que atualmente conta com 1 teatro, 1 estúdio de áudio e vídeo e 1 tenda de circo e está localizada na área externa do Lyceu de Goiânia.

         O “Grupo Sonhus Teatro Ritual”, elabora e executa também projetos culturais que visam beneficiar o Lyceu de Goiânia no que diz respeito a arte e cultura de espaço incluindo também sua projeção em território nacional e internacional, por meio de inscrição de projetos em leis e patrocínio e editais voltados para eventos de arte e cultura de maneira ampla.