Logon

Seduc envia Calendário Escolar de 2014 às Subsecretarias de Educação

Enviado em: 07/11/2013 16:39

 

Proposta, aprovada pelo Conselho Estadual de Educação, prevê 203 dias letivos

 

A Secretaria de Estado da Educação (Seduc) definiu a proposta inicial do Calendário Escolar de 2014 e a enviou às Subsecretarias Regionais de Educação para as devidas adequações às datas comemorativas dos municípios e ao calendário letivo das escolas. A proposta, aprovada pelo Conselho Estadual de Educação, apresenta a possibilidade de 203 dias letivos e mantém as férias escolares no mês de julho. Em função da Copa do Mundo, o calendário prevê recesso escolar nos dias 12, 17 e 23 de junho,  datas em que ocorrem os jogos da Seleção Brasileira.

Clique no arquivo abaixo para visualizar a proposta do Calendário Escolar de 2014.

Calendário Escolar.pdf

Além de enviar o calendário às Subsecretarias Regionais de Educação, a Seduc, por meio da Gerência de Atendimento Educacional, disponibiliza a proposta no Sistema de Apoio ao Professor (SIAP) para que os diretores do Núcleo Pedagógico de cada uma das subsecretarias façam os ajustes necessários e envie de volta o documento reformulado por município, observando os feriados e as festas religiosas municipais. Se aprovada, a proposta de cada município seguirá, via SIAP, direto para as escolas fazerem também suas adequações, incluindo os eventos escolares previstos para todo o ano letivo.

Essas alterações e adequações - que passam por discussões nas subsecretarias, nos municípios e também nas escolas - seguem um cronograma específico e deverão ser concluídas até dezembro. É por meio da base de dados do calendário que a Secretaria de Educação planeja as ações de diferentes programas no decorrer dos semestres letivos. Entre essas ações, destacam-se o sistema de acompanhamento da freqüência do aluno, o Diário do Professor e o registro de informações para o bônus Reconhecer, entre outros.

A submissão da proposta às regionais e às escolas pelo SIAP visa dar mais agilidade ao processo, com melhor uso do tempo e eliminando gastos. Nas alterações da proposta, as escolas incluem eventos como mostras de trabalhos, jogos esportivos, semana do livro, resultados de projetos e outros que estão programados no plano para 2014. No entanto, essas alterações devem garantir o mínimo de 200 dias letivos estabelecidos em lei, abrangendo o mínimo de 800 horas de aula. 

Início do ano letivo
Em 2014, as atividades terão início no dia 20 de janeiro, data em que os professores retornam às escolas para participarem de atividades de planejamento – esta agenda se repetirá no dia 21. Para os estudantes, as escolas abrirão as portas no dia 22 de janeiro, quarta-feira. Os dias de Trabalho Coletivo e de Conselho de Classe foram considerados dias letivos no calendário de 2014.

Pela proposta inicial enviada às subsecretarias, as escolas irão finalizar o Plano de Ação e o Projeto Político Pedagógico para 2014 no Conselho de Classe marcado para os dias 21 e 22 de fevereiro. As escolas realizam Conselhos de Classe também nas seguintes datas: 25 de abril, 28 de junho, 30 de setembro e 19 de dezembro, quando serão encerradas as atividades do ano letivo de 2014. Alternadamente, elas vão realizar os Dias de Trabalho Coletivo nas seguintes datas: 30 de maio, 26 de agosto, 22 de outubro e 28 de novembro.

O calendário prevê Avaliações Diagnósticas para o dia 1º de fevereiro e 5 de agosto e a aplicação da Prova Goiás no dia 31 de outubro.